Por que é difícil encontrar minha vocação?

A realização no trabalho, com verdadeiro senso de propósito, que reflete nossos valores, paixões e personalidades, é uma invenção moderna. Até 1755, a palavra “fulfilment” (realização) nem existia no dicionário... A história do trabalho foi escrita com muito sacrifício e tédio. 

Durante séculos, a maior parte da população estava ocupada lutando para satisfazer às suas necessidades de subsistência. Ninguém se preocupava se o trabalho era estimulante ou realizador. O sucesso era medido por conquistas profissionais tangíveis. Isso fez parte da evolução da sociedade. Graças ao trabalho duro das gerações passadas, fomos expostos a uma realidade completamente diferente. 

Sem nos preocupar com a sobrevivência, tivemos cabeça para pensar em mais do que simplesmente nossa subsistência. A difusão da prosperidade material e a automatização liberaram espaço em nossas mentes, fazendo-nos esperar muito mais da aventura da vida!

Fomos convidados a saciar nossa fome existencial. Abrimos espaço para pensar em auto-realização. 

Surgem então novas epidemias o trabalho moderno: a insatisfação no trabalho e a incerteza de qual carreira seguir. Estudos mostram que 60% dos profissionais dos EUA escolheriam uma carreira diferente se pudessem começar tudo de novo. Será utópico pensar em uma carreira que traga satisfação profissional, prosperidade, e que nos faça sentir vivos?

Não estamos psicologicamente preparados para lidar com a expansão das escolhas na história recente. Ao longo da maior parte da história, as pessoas tinham bem poucas escolhas em relação ao trabalho, era mais uma questão de destino e necessidade.


O excesso de opções para escolha pode gerar paralisia ao invés de libertação. Isso se dá porque sempre é possível imaginar que poderíamos ter feito uma escolha melhor, e lamentamos a decisão tomada.

Além disso, ficamos presos às escolhas feitas no passado. Eu não serei com 46 quem eu fui com 16. Mas ainda assim, parece loucura jogar fora 10 anos de investimento em uma carreira escolhida há anos atrás. Os custos irrecuperáveis são altos demais para serem ignorados...

Perceba que não existe desperdício de vida nem de tempo. Estamos sempre aprendendo. As habilidades aprendidas numa carreira anterior podem ser aplicadas com sucesso em qualquer outra carreira. Todos nós mudamos. Aprendemos mais a nosso respeito e modificamos nossas prioridades e perspectivas durante a experiência humana. 

As dificuldades que existiam no passado diminuíram e as possibilidades de carreira se expandiram. Fica a pergunta: O que o seu trabalho atual está fazendo com você, com sua mente, com seu caráter e com seus relacionamentos?

Se você não está feliz no seu trabalho atual, espero que reflita sobre o que é ter um trabalho com sentido e significado. O que é um trabalho com sentido? Depende do que é importante para você! 

Te convido a refletir nos seguintes questionamentos:

  • Dado que ter mais dinheiro não traz felicidade, qual é o peso que você dá ao dinheiro?
  • Quão importante é, para você, ter um trabalho de prestígio, ser admirado pelos outros, como isso atende a sua necessidade de realização? O quanto você compara seu sucesso com o sucesso dos outros?
  • Qual é a sua necessidade em ser valorizado pela sua contribuição individual?
  • Você acredita que realizar algo nobre e virtuoso, impactando positivamente as pessoas e o planeta é o que dá senso de propósito à sua existência?
  • Você se esforça para desenvolver a ética da diversão, colocando você, suas paixões e entusiasmos à frente de tudo?
  • Você acredita que o sucesso vêm da junção dos seus valores com seu talento, cruzando-as com a necessidade do mundo?

Com o coaching, fazemos um mapeamento detalhado e individualizado do que é importante para você, para assim traçar um plano de ação que te fará viver essa vida com propósito e significado!

© Copyright coachcarolbiz